Melhores hotéis de luxo de Nova York.

Veja todos os Hotéis em New York City

Quer você esteja procurando pela opulência do Velho Mundo, festas cheias de celebridades ou uma equipe extremante atenciosa, você encontrará tudo isso em um dos mais luxuosos hotéis de Nova York. Para garantir que você também possa esperar um tratamento de realeza, dormimos em lençóis com alto número de fios, bebemos os exorbitantemente caros coquetéis e ficamos amigos dos famosos — é um trabalho difícil, mas alguém precisa fazê-lo. Veja nossas fotos dos mais luxuosos hotéis da cidade de Nova York.

  1. Pode-se dizer que nenhum outro hotel de Nova York é tão sinônimo de luxo quanto o centenário Plaza, de 282 quartos. Uma reforma de US$400 milhões neste monumento nova-iorquino deu aos enormes quartos acessórios de banheiro banhados a ouro, mas também converteu a maior parte dos quartos com vista para o Central Park em residências privativas. De qualquer maneira, o excepcional spa, serviço de mordomo 24 horas e a história fazem valer a pena a ostentação.

  2. O grandioso e centenário St. Regis é conhecido por seu extraordinário serviço, mas o hotel tem muitas outras características marcantes, incluindo os 229 quartos elegantes e a localização na 5ª Avenida. Apesar não possuir a piscina e a vista para o Central Park dos outros hotéis de luxo, alguns vão achar que o famoso Bloody Mary do King Cole Bar mais do que compensador.

  3. Com excelente localização, logo em frente ao MoMA (Museu de Arte Moderna) e próximo à melhores lojas, este luxuoso hotel Midtown da famosa marca francesa Crystal oferece uma experiência opulenta. A sua grande variedade de atrações inclui o primeiro La Mer spa do mundo, uma bela piscina interna, uma academia de última geração, além de refeições e bebidas chiques servidos durante todo o dia. No entanto, a comida é cara (como tudo neste hotel) e o menu é razoavelmente limitado. Os 114 quartos de hóspedes apresentam detalhes de alta tecnologia, como configurações controladas por tablets e TVs grandes e de tela plana mescladas a espelhos, e minibares gourmets com artigos de vidro Baccarat, champagne, e aperitivos Laduree (além de bebidas não alcoólicas). Banheiros de mármore branco possuem banheiras e duchas separadas. Para um local menos ostentador e com um endereço no centro, confira o Greenwich Hotal, em Tribeca, que oferece comodidades similares, tarifas mais baratas e um restaurante italiano.

  4. Deliberadamente com estilo de hotel de negócios, o Four Seasons em Midtown East, de 368 quartos, tem todos os luxos essenciais: um elegante e cavernoso saguão (o lendário arquiteto I.M. Pei projetou todas as áreas comuns para seguirem uma rigorosa simetria), serviço sempre à disposição, ótimos spa e academia, e alguns dos maiores e mais confortáveis quartos da cidade. Além disso, os hóspedes podem usar as instalações (banheira de hidromassagem, sauna seca e à vapor) sem custo.

  5. No mesmo prédio de alguns dos melhores restaurantes da cidade, e do outro lado da Columbus Circle do Central Park, a localização do Mandarin é ideal. Mas é a atordoante variedade de luxos modernos —uma piscina de 25 metros, um dos melhores spas da cidade, vistas fantásticas de quase todas as áreas comuns, enormes banheiros com profundas banheiras de imersão (mesmo nos quartos padrão), esplêndidas opções de refeição no local, para citar alguns —que fazem deste um verdadeiro destaque entre as estrelas.

  6. O Peninsula, de 239 quartos, tem elegantes quartos, piscina coberta, academia magnífica (aparelhos de ginástica gratuitos, chás orgânicos, sauna seca e a vapor), spa e salão de beleza amplamente elogiados, e impressoras nos quartos, o que fazem dele uma ótima escolha de hotel de luxo silencioso e clássico. E para compras de grife, sua localização na 5ª Avenida é ideal.

  7. O recém-chegado de 88 quartos e virtualmente perfeito TriBeCa (aberto em 2008 por Robert de Niro, entre outros) oferece quartos grandes e acolhedores, design empolgante, e um serviço muito atencioso. Melhor ainda: wi-fi, lanches do frigobar e jogos de Wii (mediante solicitação), tudo gratuito. E tem mais: uma piscina subterrânea, um excelente spa japonês, uma academia de primeira e o restaurante Locanda Verde, aclamado pelos críticos.

  8. Com serviço perfeito, quartos luxuosos ao estilo Velho Mundo e Warhols enfeiando o último andar, não é de se estranhar que o Gramercy Park Hotel atualmente estabeleça um parâmetro para o que é descolado em Nova York, especialmente o Rose Bar, com sua pesada decoração em veludo.

  9. Originalmente construído em 1927, o Mark reabriu em 2009 como um dos melhores hotéis de luxo contemporâneos em Nova York. O interior estonteante do hotel, feito por um renomado designer francês, é colorido e ousado ao invés de dourado e abafado, e há um restaurante e bar de um dos mais famosos chefs de Nova York. Quartos confortáveis e tecnológicos e serviço personalizado fazem dele uma ótima opção para qualquer um que possa pagar.

  10. Uma das propriedades de luxo mais reconhecidas e respeitadas de Nova York, The Palace faz jus à sua extravagante publicidade. O hotel de 909 quartos concluiu uma enorme reforma em 2013, e conta com numerosos elementos na propriedade, como uma grande e moderna academia, um ótimo restaurante e dois saguões intimistas. Turistas, viajantes de negócios e celebridades ficam em seus espaçosos e sofisticados quartos, e sua conveniente localização em Midtown, em frente à Catedral de St. Patrick e a alguns minutos de caminhada de numerosas atrações, é também um enorme atrativo. Entretanto, a falta de um spa completo num hotel tão grande é surpreendente. E existe uma taxa irritante pelo Wi-Fi para os hóspedes que não estão nas suítes “Tower”. Apesar disso, The Palace ainda é um grande ícone de Nova York. Vitrais Tiffany e tetos dourados relembram seus tempos de mansão particular.

  11. Formado pelos 14 andares acima do Lotte Palace Hotel, The Towers at Lotte é uma luxuosa propriedade 5 pérolas com excelente localização em Midtown, ao lado de famosas lojas e pontos de referência da 5ª Avenida. Seus 176 quartos espaçosos e ricamente decorados têm vista do horizonte (alguns com vista para a Catedral de St. Patrick) e alguns têm pequenas cozinhas e sala de estar e jantar separadas. Existem quatro bares especializados, uma confeitaria, um spa de 650 m2 e uma academia com vista estonteante. Mas alguns luxos fazem falta, como um restaurante completo ou uma piscina. Ainda assim, algumas comodidades de luxo abundam, incluindo serviço de fazer/desfazer malas, engraxar sapatos, passar roupas, preparo de banho temático, traslados para o Theater District e serviço de motorista numa Mercedes.

  12. The Soho House em Nova York é um clube apenas para sócios que atende à indústria de filmes e mídia. A filial do Meatpacking District também tem 30 luxuosos quartos de hotel — pequenos, médios e grandes — que estão abertos ao público. Apesar da impressionante culinária (uma melhoria em relação ao passado), a comida ainda fica em segundo plano em relação ao badalado ambiente de festa. Há bebida alcoólica dentro e fora dos quartos, dos coquetéis noturnos até os frigobares completamente abastecidos (com limões comuns e sicilianos frescos), passando pelo serviço “One While Changing”, no qual os hóspedes recebem a visita pessoal de um bartender no quarto entre as horas de trabalho e diversão. Junte a isso a notória piscina e o terraço — que alguns consideram já valer a pena o preço — o spa Cowshed, biblioteca e wi-fi gratuito (para aqueles que tentam trabalhar) e fica claro que não há outro hotel em NY como esse.

  13. Um hotel elegante e ao estilo Velho Mundo, em frente ao Central Park, o Pierre oferece um gostinho da grandiosa velha Nova York para aqueles que ficam em um dos seus 189 quartos tradicionalmente decorados. A enorme equipe de funcionários oferece serviço excepcional e luxuoso (os hóspedes nem mesmo tem permissão para apertar o botão do elevador sozinhos). Mas o Pierre peca pela falta de algumas comodidades locais (restaurante completo, spa) que podem ser encontrados em outros hotéis de luxo nas proximidades do parque.

  14. Depois de uma reforma de US$60 milhões, este hotel de 190 quartos no Upper East Side está pronto para atrair hóspedes do vizinho Carlyle, com seu serviço de quarto do Cafe Boulud, um terraço apenas para hóspedes com serviço de mordomo, e algumas das camas mais confortáveis de Nova York.

  15. Instalado na área de um dos prédios de apartamentos mais caros de Manhattan, o 5-pérolas Park Hyatt New York oferece um pedacinho da vida de milionário de Midtown. Os 210 quartos variam em tamanho desde Padrão até Suítes Presidenciais, e contam com varandas e cafeteiras Nespresso. Entretanto, as vistas só ficam impressionantes a partir dos andares mais altos e os hóspedes que ficarem nos andares mais baixos podem se sentir confinados. Funcionalidades incluem um spa, academia e uma piscina, além de um restaurante servindo a nova culinária americana.

  16. Com uma localização central perto do Madison Square Park, The NoMad (que compartilha seu nome com o bairro vizinho ao norte do Madison Square Park) é um luxuoso, impecavelmente projetado hotel com serviço atencioso, mas funcionalidades limitadas (não tem spa ou centro de negócios). O foco do hotel são o restaurante e bar que levam seu nome, com cinco espaços separados porém conectados, que se espalham pelo piso térreo. Os hóspedes podem pedir coquetéis na acolhedora biblioteca com livros alinhados ou pedir um brunch no ensolarado átrio, embora devam estar preparados para preços que correspondam ao alto nível de estilo. Os 168 quartos são luxuosos (há roupa de cama Sferra, toalhas Frette e roupões) e evocam com sucesso uma época passada com tapetes persas, mapas velhos e acessórios de aparência antiga.

  17. The Knickerbocker é um refinado hotel 5 pérolas que fica bem na Times Square. Reaberto em 2015, esta propriedade elegante e moderna tem 330 quartos espaçosos, mas não excessivamente luxuosos, com tablets ao lado cama para controlar a luminosidade e a temperatura. Destacam-se elementos que incluem um café, um popular terraço na cobertura com lindas vistas, um sofisticado restaurante comandado pelo chef celebridade Charlie Palmer, e uma excelente academia, mas não há piscina ou spa completo (tratamentos no quarto podem ser agendados). 

  18. Este hotel de 114 quartos no SoHo, com um incrível bar no terraço e piscina, ótimas gratuidades (incluindo Wi-Fi e queijos e vinhos todas as noites), um restaurante vindouro comando por David Burke, e um curador de artes no hotel, incorporam o bairro criativo e descolado que ocupa. Seus quartos minimalistas e iluminados são menores do que alguns dos seus luxuosos competidores, mas estão cheios de detalhes atenciosos que são suficientes para compensar isso.

  19. The Carlyle tem sido um discreto e histórico anfitrião para artistas, presidentes e celebridades locais e internacionais desde 1930, e é tradicional até o talo: Ascensoristas de luvas brancas, um vestíbulo especial para a portaria, o clássico Bemelman Bar, e jantares com shows de Judy Collins e Woody Allen (tocando clarinete) são marcas registradas desse clássico hotel americano. 

  20. O Langham Place Fifth Avenue é um moderno e luxuoso hotel de 214 quartos, convenientemente localizado próximo a pontos turísticos populares e escritórios corporativos do centro de Manhattan. Os quartos são enormes e vêm com recursos de alto nível (wi-fi gratuito, docks para iPod, roupa de cama e produtos de higiene de alta qualidade), mas a decoração é simples e sem personalidade. 

  21. The Viceroy Central Park New York é um luxuoso hotel de 234 quartos localizado em Midtown, a apenas duas quadras do Central Park. Os quartos têm comodidades modernas, como fones Beats by Dr. Dre, smart TVs e máquinas de expresso Illy. O hotel tem um bar e restaurante no saguão, um bar na cobertura com vista para o Central Park, e uma academia 24 horas, além de um concierge e outros serviços de luxo. Mas extras como café da manhã, estacionamento e wi-fi não estão incluídos na tarifas de todos os quartos e podem ser caros. 

  22. Este hotel boutique do Upper East Side, um irmão do mundialmente reconhecido Hotel Plaza Athenee de Paris, possui um compromisso profundamente enraizado com serviço, luxo e sofisticação. Os quartos são suntuosos, com uma decoração clássica europeia e belos banheiros. O bar e o restaurante são intimistas e românticos, servindo excelente culinária requintada e coquetéis, enquanto o spa e a academia proporcionam charmosos espaços para relaxar e rejuvenescer. Acima de tudo, entretanto, é a dedicação do hotel ao bom serviço, evidenciada logo no início ao fazer check-in sentado, e mantida durante toda a estadia do hóspedes, pelos excelentes concierges Clefs d'Or. Não é a toa que tanto a Princesa Diana como Elizabeth Taylor chamaram o Plaza Athenee de lar.

  23. The Lowell é um luxuoso hotel butique conhecido por seu serviço de alto nível e quartos individualmente decorados. Está localizado no excepcional Upper East Side, a uma quadra do Central Park e a uma curta distância de caminhada das butiques de designers ao longo das avenidas Madison e Quinta. Seus 74 quartos e suítes tem decoração elegante e estilosa e ótimas comodidades, incluindo produtos de higiene DDC28, TVs de tela plana com filmes sob demanda, e wi-fi gratuito. A maioria da unidades também tem lareiras à lenha, cozinhas completas e varandas. Restaurante local e academia são regalias, mas o hotel não oferece serviços de spa.

  24. Um moderno hotel butique com inflexões de meados do século e 208 quartos, o Quin tem todas as comodidades e atributos de uma estadia de luxo no coração de Manhattan. Localizado na rua 57 com a 6ª Avenida, a duas quadras do Central Park, o hotel coloca você a uma curta distância de caminhada ou uma rápida viagem de metrô dos principais pontos turísticos de Nova York. Conta com todas as características importantes de um hotel de luxo: Os quartos são modernos e luxuosos, o restaurante e bar do térreo são locais famosos, e a enorme academia pode agendar aulas com personal trainers. Além disso, o hotel vai muito além ao oferecer serviços de concierge personalizados em seu programa Attaché (os concierges aqui são chamados de “curadores de estilo de vida”), e cada telefone no quarto tem um botão que se conecta a um “personal shopper” da Bergdorf Goodman.

  25. The Conrad New York, aberto em 2012, é uma estilosa opção de luxo bem perto do prédio do Goldman Sachs em Battery Park City. O elevado átrio do saguão, com grandes instalações de arte, dão uma dramática primeira impressão. O restaurante gourmet é um movimentado local para beber depois do trabalho, e existem 2800 m2 de espaço flexível para reuniões. Os quartos são enormes, especialmente para a cidade de Nova York. Todos têm salas de estar e divisórias móveis. Comodidades sofisticadas incluem máquinas de Nespresso, produtos de higiene de qualidade (três diferentes marcas estão disponíveis), roupões macios e um bar. A localização é um pouco distante das atrações turísticas populares em Midtown, mas há excelentes restaurantes nas imediações e numerosas estações de metrô estão a uma curta distância de caminhada.

  26. Um dos hotéis butique mais sexy de Nova York, convenientemente espremido entre a Grand Central e a Times Square, The Bryant Park Hotel atende desde pessoas estilosas e divertidas até europeus exigentes. A combinação de serviço amigável e personalizado, um ótimo bar e restaurante, e quartos descolados e confortáveis — todos os 128 dentro de um prédio estilo Art Deco — o transformam num prazer único.

  27. The Sherry-Netherland é uma das grandes damas de Nova York. Com apenas 100 quartos individualmente decorados, ascensoristas com luvas brancas, e um saguão de mármore abobadado com candelabros de cristal, este hotel butique é exclusivo, elegante e histórico. Os quartos têm decoração clássica e recursos de tecnologia moderna, incluindo docks para iPod, TVs de tela plana e wi-fi gratuito. Não há muito no que diz respeito a recursos hoteleiros, mas a pequena academia é bem equipada, e o restaurante adjacente é conhecido por seu maravilhoso cardápio veneziano. A localização do The Sherry — na ponta sudeste do Central Park — faz dele um ótimo ponto de partida para explorar as principais atrações da cidade.

Curta-nos no Facebook e tenha férias melhores do que nunca